Tudo que se ganha em se perder
26/03/2019 01:52 em Crônicas e Poesia

Quem ganha?

Quem perde?

Digo-lhe que não há lucro,

Não há vantagens extras,

Nem melhores ou piores,

Para aquele que foi lhe dado como Mestre!

 

Buscamos refletir nossa ignorância,

Nas ambições espirituais,

Crendo em chegar primeiro,

Em conseguir mais que o outro,

Nas trocas de favores como caridade,

Apenas erros grosseiros que o orgulho,

Sempre mais dimensionado,

Faz-nos crer como escolhidos.

 

As maiores vitórias acontecem,

Logo depois das derrotas.

Pois é quando olhamos para o chão,

Que temos a dimensão de quão pequeno,

Limitado e duro são nossos passos na evolução.

 

Tudo que ganhamos na perda,

É algo intenso e transformador,

Que mereceu de Jesus,

As bem aventuranças,

Lembrando a todos que o seguem,

Que o que se ganha aqui,

É o serviço, o entendimento e a virtude.

 

No serviço do cristão se perde o egoísmo,

As angústias da vida fugaz,

As frustrações do jogo de interesses,

Os dias de ócio invisível aos anos,

O isolamento da razão no labirinto do ego.

 

No entendimento perde-se as futilidades,

Deixamos as discussões sobre as coisas da vida,

Passamos a ter vida para além das coisas.

Ao entender o tudo que nos envolve,

Compreendemos o pouco que fazemos.

 

A virtude que desdobra-se na evolução,

É simples, pura e humilde,

Não vem como ouro ou prata,

Nem na limpeza das mãos,

Mas é como um sol que emerge de dentro,

Límpido, brilhante e gratuito,

Tudo ilumina sem perder ou ganhar,

Dividindo o Bem,

Revelando o mal.

 

Autor: Fabrício Ap Zafalon

COMENTÁRIOS